segunda-feira, 1 de julho de 2013

Filme: Anjos rebeldes (Iron jawed angels)

"Quando se trata de mulheres, coragem é confundida com insanidade."
 (Anjos Rebeldes)


Olá especiais sentados no Nosso Sofá!


Faz tempo que não rola sessão cinema por aqui! Pois hoje temos um filme especial, muito belo, e baseado em fatos reais. Tem como não adorar???!!!

Cuidado para não confundir com o filme de terros de 1995, de mesmo nome em português.

Filme: Anjos rebeldes (Iron jawed angels- da HBO)

Ano: 2004





Gênero:  Drama

Para assistir com: sozinho, amigos.

Como cheguei neste filme: Zapeando na TV à cabo.

Sinopse (resumida):
Filadélfia, setembro de 1912. A quaker Alice Paul (Hilary Swank), que viveu um bom tempo na Inglaterra, vai com sua melhor amiga, Lucy Burns (Frances O'Connor), se encontrar com a reverenda Anna Howard Shaw (Lois Smith), que preside a Associação Nacional das Mulheres Sufragistas e tem Carrie Chapman Catt (Anjeica Huston) como braço direito. Anna e Carrie têm posições bem conservadoras, que fazem o movimento avançar muito pouco em vários anos - só em 9 estados as mulheres votam. Alice, uma feminista, está disposta a arriscar tudo para obter uma emenda na constituição que permita que todas as americanas votem.  Elas então adotam um estratégia mais dinâmica, mas o que as espera seriam incapazes de imaginar.



"Eu não espero, eu planejo!"(Alice) "O homem planeja e Deus ri!" (Inez)

Porque assistir: Um filme que trata da força da mulher, e do caminho que tivemos que percorrer, e continuamos percorrendo, para nos firmarmos como iguais, para não andarmos atrás, ou na frente do homem, para andar lado a lado.

A luta destas mulheres foram referentes a leis e espaço político nos E.U.A., mas, não há como dizer que não nos influenciou, pois, toda ação gera um movimento, alcançando os lugares mais distantes.

Assistir a todo sofrimento, toda a luta e convicção destas mulheres, renova nossa energia, e nos deixa inquietas com nossas próprias limitações.

Afinal, se em pleno 1912, tão distante, e tão perto ao mesmo tempo, de nós, este mulheres conseguiram expressar suas convicções, conseguiram dialogar sobre o que acreditavam, em pleno 2013, com uma abertura maior, temos uma obrigação de continuar estabelecendo espaço e direitos para as mulheres.

Que seja dizendo não a violência contra mulher. Dizendo não a salários inferiores para as mulheres com relação aos homens. Entre outras tantas causas que ainda nos são deficitárias.

Não em uma posição feminista e extremista, mas, como comecei dizendo, o que é para o homem é para mulher, respeito, dignidade e reconhecimento.

Um belo filme para ambos os sexos... nos faz ver a importância de se ter um propósito!


Fotos do movimento original, que inspirou o filme, que achei no Google Imagem:


Bjuxxx cinéfilos

Um comentário:

Raquel Garcia disse...

Olá! Adorei o blog. Fiquei interessada nas capas protetoras para carteira de vacinação. Quero encomendar uma bem linda para o meu bebê. Vc pode entrar em contato comigo para informar valores?
Meu e-mail é ana_raquelgarcia@hotmail.com

Parabéns pelo trabalho!