sábado, 17 de março de 2012

Pulseiras Macramê e Shambala - um novo aprendizado

Olá especiais sentados no Nossa Sofá!

Vamos falar de coisas belas e alegres? Estou falando da febre das pulseirinhas.

Bom, desde o ano passado tenho visto umas pulseiras bonitas, e até aquele momento, aparentemente manuais, que acabei esquecendo de ir atrás.
Sou maluquinha por pulseiras e colares, acho anéis lindo, mais meu forte são pulseiras e colares.

Aê em 2012 parece que as pulseiras tomaram de vez os pulsos da mulherada, e várias de uma vez. Lembrei-me de uma época da minha adolescência em que era moda usar pulseira denominada Italiana. Pareciam uma mola, prateada, e a mania era ter várias, ter várias significava estatutos, e logo, na escola só se via metade dos braços tomados pela tal pulseira.
Esta história me fez lembrar o quanto na adolescência somos definidos pelo coletivo, como temos a necessidade de padronizar nosso vestuário. E o bacana de amadurecer é isto, saber imprimir seu estilo pessoal, não que tenha que se abster de tudo que está na moda, mas, sim, saber fazer escolhas que não vão contra seu bom senso, seu estilo e seu querer.
Depois desta viagem no tempo, vou voltar a história atual, bom, minhas amigas me pediram “Dri, estas pulseiras estão tão caras, você que tem habilidades manuais podia fazer para nos vender!” Pronto, mexeram com meu ego, não posso ser testada, que vou tentar fazer.
E olhem só o que produzi:


Para descobrir como fazer dei aquela fuçada básica na internet, e amei as aulas deste BLOG , e como o segundo vídeo estava fora, achei este outro que também é ótimo, mas, é para quem sabe fazer o ponto, achei no youtube o VÍDEO.
O problema era que eu não tinha a tal tabua para colocar dois pregos, mas, como o lema aqui em  casa é sempre dar um jeitinho, improvisar sempre que der, descobri onde podia prender o fio para “tecer”, nos botões da bandeja do notebook, olho só uma pulseira sendo feita:

E para achar na net, eu não sabia o nome ainda, coloquei pulseira trançada, e fui filtrando. E cheguei a dois nomes, macramê e shambala.

Resumindo o que entendi, o macramê é uma técnica de tecer fios manualmente. E pelo que vi é uma técnica muito antiga. Aquelas pulserinhas hippies que usávamos leva este ponto também. E outra, minha irmã aprendeu isto na Faculdade, fiquei chocada.rs Ela aprendeu como uma das artes manuais, necessárias na profissão de TO.
Uma foto que imprime bem uma pulseira de macramê é a destaLOJA:
E a pulseira Shambala tem origem na tradição budista, esta palavra quer dizer lugar de paz, felicidade, tranquilidade, e dizem que uns joalheiros na década de 90 criaram as pulseiras inspirados nos terços budistas. Olha uma linda que achei na net:
(IMAGEM DA INTERNET - Não é fabricação do Sofá)
A Shabala é a que os artistas tem usado desde o ano passado, inclusive os homens. E nas novelas da Globo para onde você olha vê Shambala. A personagem Miriam da novela Amor eterno amor usa várias de contas naturais, olha só:

Na verdade a Shambala leva ponto de Macramê, e por isso as duas se misturam. As possibilidades de criação são infinitas, já que tem fios de vários matérias e espessuras, e podem ser de ouro, strass ou materiais resinados. O problema aqui em Campinas é achar as peças mais bonitas para montar, e quando encontra os vendedores superfaturam, mas, é possível criar pulseiras com preços acessíveis. Desculpe-me as lojas do shopping que estão vendendo por R$200,00 uma pulseira, mas, isto é preço de pulseira com pingente banhado a ouro.
Só acho que tem algumas pessoas por aê exagerando e colocando várias de uma só vez, de tudo quanto é cor, pesando o visual.

Fora tudo isto, é uma delícia fazer as pulseiras, terapêutico, me peguei cantarolando enquanto “tecia”. A técnica trabalha as habilidade manuais, motoras finas, concentração, atenção, ou seja, uma ótima atividade mental.
Olha a produção:



Bjuxxx criativos

Pós-escrito:
Após o post, a produção de pulseiras Shambalas e Macramê triplicaram por aqui, quis dividir com você, vamos conferir as fotos:




7 comentários:

Thais Poiani Costa disse...

Lindas, isso mesmo, temos que dar jeitinhos, rs.

Depois se quiser posso te ensinar a fazer um acabamento diferente se é que vc ainda não sabe. Bjoconas minha lindeza e até mais tarde.

Varal das Artes disse...

Adorei e sou louca para ter umas pretas, cinzas rs.
preta com prata, preta com pingente de caveirinha, aff... já pensou se eu soubesse fazer ??? rsrsrs
Parabens Dri. Vc é muito talentosa.
Um beijo
Karin Montone

Dri Ribeiro disse...

Thaissssssss quero aprender!
Ká, esqueci de pegar o cordão rpeto, ams estou louca para fazer uma pretas, vai fica linda!!!Com caverinha vai ficar linda mesmo! Se você pegar para fazer não vai parar mais, é viciante.
Bjuxxx

Mariana Afonso disse...

Aí Dri !! Que lindu!

Quando aprender a fazer a de caveirinha... me fala que eu compro!! As outras com pingentes no meio, preto e dourado tbm ...

Mas pra quem aprendeu sozinha na net, tá dominando hein !!! huuah Segunda eu confiro pessoalmente !!!

Bjus

Anônimo disse...

Oi Dri, ficaram lindas suas pulseiras!! Eu aprendi a fazer as shamballas com uma amiga... Mas nao sei onde comprar as pedrinhas, strass, etc.. Aqui em Campinas!! Vc nao tem alguma dica?!! Bjao e obrigada, Maria.

Dri Ribeiro disse...

Maria...
Seu comentário veio anônimo, eu ia te escrever um e-mail, mas, como não sei quem é, espero que veja aqui.
Eu compro material nas lojas da Thomaz Alves (não do Shopping), em uma loja da Anchieta, em um bazar da Dr. Quirino, e em um da Costa Aguiar. Cada material em um local, varia os preços nestas lojas. Tem que pesquisar mesmo!
Espero ter ajudado.
Bjuxxx

diana mueller disse...

gostaria de saber onde posso comprar aquelas pulseiras como a preta por exemplo estou procurando faz tempo
diana@heringharmonicas.com.br